Maisa adere a tecnica de marquezine para definir barriga

Adepta do exercício, Maisa Silva, apresentadora da SBT, revelou que adicionou uma nova prática aos seus habituais músculos turbocompressores e deixou o estômago curado: estimulação elétrica.

A jovem publicou um vídeo na sua conta de Twitter das suas abdominais com o dispositivo de eletroestimulação na região abdominal. Na publicação, escreveu: "E passados 12 dias voltei e c este negócio de eletroestimulação [...] para ajudar a bater na barriga e voltar aos tempos antigos... Tanquinho projeta".

Em resposta aos internautas, Maisa diz que o processo é indolor, apenas "muito formiga" e que a tecnologia serve para ajudar a definir o estômago mais rapidamente.

Seu treinamento é mais localizado, focado no abdômen. No entanto, a técnica já conquistou o mundo das celebridades, sendo amada por Bruna Marquezine, Angélica, Xuxa, Cristiano Ronaldo e o ex-tricampeão Usain Bolt, que usam a eletroestimulação para valorizar os músculos de todo o corpo.

Como funciona a electroestimulação muscular

A electroestimulação muscular é uma prática causada por estímulos elétricos, causando contrações que se destinam a tonificar os músculos.

O treinamento visa trabalhar profundamente os músculos, como se cada músculo trabalhasse com mais intensidade para realizar o movimento. Maisa atua localmente no abdômen; no entanto, o método mais comum é usar um macacão especial para trabalhar todos os músculos do corpo - como o usado por Bruno Marquezine.

Os programas de treinamento de eletroestimulação variam de acordo com objetivos pessoais e duram cerca de 20 minutos, com frequência elétrica de 7 hzt a 100 htz, segundo Laura Figueiredo, da SYNC Eletro Fitness - marca responsável pelos acessórios para eletroestimulação.

Assim, o treinamento pode se concentrar no fortalecimento dos músculos, redução da celulite, aceleração do metabolismo e até hipertrofia, promovendo contrações musculares involuntárias.

Um colete de fato completo que estimula todo o corpo. No entanto, Laura afirma que também há alças para nádegas e pernas e tiras de braço, por exemplo.

cuidar

Por ser um treino de alta intensidade, não é preciso realizar musculação com aparelho ou peso livre durante a estimulação elétrica. Durante o treino são recomendadas atividades aeróbicas como a corrida e as atividades funcionais, como o wrestling.

É importante que, após a realização do treinamento com eletroestimulação, haja um descanso de dois dias para a recuperação dos músculos. Nos dias em que a técnica não é utilizada, portanto, recomenda-se um treinamento regular, sem os eletrodos.

Os resultados são colocados em causa

Laura afirma que o equipamento ativa músculos não treinados no treinamento convencional e que os benefícios da eletroestimulação são:

  • Ganho de força e hipertrofia
  • Tonificação muscular
  • Perda de Peso
  • Diminuição da gordura corporal e flacidez.
  • Redução da celulite
  • Melhor aptidão
  • Maior capacidade de treinamento de alto desempenho
  • Melhor resistência, estética corporal e aparência da pele
  • Estímulo do fluxo sanguíneo
  • Aumento de longo prazo no gasto de energia no corpo
  • Por outro lado, a educadora física Mirian Maria, especialista em formação pessoal, Nutrição Desportiva e Prescrição de Educação para grupos especiais, afirma que "não há nenhum estudo que prove que os resultados do treino com eletroestimulação são mais rápidos do que o treino no ginásio".

    Simone Leal, educadora física com foco em Treinamento com Mulheres, Perda de Peso e Força, diz que exercícios que usam apenas o corpo culpam o sistema nervoso na hora de parar ou mesmo quando há um possível risco (como uma carga muito grande). pesado para os músculos). Nestes casos, seu corpo pode sentir dor, fadiga e calafrios.

    Assim, os dois profissionais acreditam que a eletroestimulação pode causar danos aos músculos. Como as contrações são geradas externamente, o corpo "geralmente não diz imediatamente" quando algo está além do que pode suportar. Portanto, pode até haver casos de rabdomiólise (lesão muscular que pode causar danos a vários órgãos, incluindo os rins) por eletroestimulação.

    Contraindicações

    Os especialistas sublinham que a eletroestimulação muscular deve ser libertada pelos médicos, especialmente em casos de:

  • grávida
  • Pessoas com diabetes
  • Pessoas com úlceras de pele
  • Suporte de pacemaker
  • Pacientes com distúrbios neurológicos
  • Pacientes com aterosclerose
  • Quem pode

    Embora a maioria dos seguidores queira definir o corpo, a eletroestimulação muscular também pode ser usada pelos idosos e para pessoas com mobilidade reduzida. Isto porque a prática estimula os músculos sem que o indivíduo realmente tenha que se esforçar por isso.

    Normalmente a prática está associada a processos de reabilitação, sendo aplicada a pessoas com lesões musculares, fraturas, acamadas ou com mobilidade reduzida.

    Por isso, é importante consultar os médicos para avaliação e autorização de aptidão física, bem como recomendações relativas ao treino com eletroestimação.

    Comentários (2)

    *Estes comentários foram gerados por este site.

    • melânia k franzener
      melânia k franzener

      Sempre gostei

    • marian justino
      marian justino

      Sempre compro e não troco por nenhuma.

    Deixe o seu comentário

    Ótimo! Agradecemos você por dedicar parte do seu tempo para nos deixar um comentário.